Yasmim Jheniffer enfrenta seus medos para viver o surf.

A atleta busca melhorar suas habilidades e conta com incentivo de amigos e nativos do litoral

0
1037
A surfista Yasmim na Praia Pedra do Sal. Foto: Arquivo Pessoal

Quem já ouviu aquela frase “quem não sabe nadar, não aprende a surfar” nunca conheceu a história de Yasmim Jheniffer. A surfista de 23 anos começou seus primeiros passos enfrentando o seu medo da água e hoje é uma atleta dedicada à vida surf.

Tudo começou há dois anos, quando alguns amigos que moravam próximo a casa da surfista a convidaram para praticar o esporte. “Eles sempre falavam, Yasmin, vamos surfar! Mas eu não sabia nadar e nunca tinha me arriscado no mar, nem em esportes de prancha, apenas banhava. Então eles acabaram me convencendo”, relata a atleta.

Motivando a adrenalina

Com incentivo de seus amigos e principalmente dos nativos da Pedra do Sal, Yasmim buscou desenvolver suas habilidades para nadar e surfar. “Eles incentivam ao máximo, até porque não temos muitas meninas que surfam, então quando aparece alguma é novidade. Depois de começar a treinar, não demorou muito tempo e eu já estava participando das competições, por curiosidade. Acabei ficando em terceiro lugar em uma delas!”, conta entusiasmada a surfista.

Yasmim em 3° lugar do Circuito Piauiense de surf. Foto: Piauí Surf

Participar de três campeonatos regionais marcou a vida de de Yasmin no esporte. Mesmo sem experiência, a atleta chegou ao pódio duas vezes. “O campeonato que mais me marcou foi o 4° Canto do Vieira, pois este foi uma trip muito massa. Todos os campeonatos foram uma grande honra e aventura. Eu amo o surf, ele me proporciona vários momentos na minha vida, conheci muita gente bacana”, comenta Yasmim.

Vivendo o lifestyle

Apesar das recentes competições na vida de Yasmim, a surfista encontra seu ritmo no freesurf. “Eu vejo o surf como um ótimo esporte, super recomendo a todos. Surf melhora sua qualidade de vida, tira da rotina e tem muitos outros benefícios. Se existe preconceito por ser mulher eu desconheço, todos sempre me incentivaram”, confessa a atleta.

Para desafiar seus medos muitas vezes o apoio de amigos é um belo incentivo. O surf abriu as portas de um novo mundo do qual Yasmim encontra-se desbravando.

Foto: Arquivo Pessoal