Ricardo dos Santos

1
870

WSL divulga vídeo

World Surf League (WSL) divulga vídeo em homenagem a Ricardo dos Santos; dirigentes da entidade vêm ao Brasil para prestar condolências à família do atleta.

Na tarde da última terça-feira, 20 de janeiro, o surf brasileiro perdeu um dos seus melhores tube riders, Ricardo dos Santos.

Depois da triste notícia do falecimento de Ricardinho, centenas de surfistas do Brasil e do mundo homenagearam o atleta da Guarda do Embaú, Palhoça (SC), nas redes sociais.

Agora é a vez de a World Surf League (WSL) divulgar um vídeo emocionante em homenagem ao talentoso surfista.

O CEO da World Surf League, Paul Speaker, e o gerente geral de eventos, Graham Stapelberg, estão vindo dos Estados Unidos para o Brasil especialmente para prestar condolências à família de Ricardo dos Santos, surfista catarinense de 24 anos de idade que faleceu na terça-feira após ser alvejado por três tiros na última segunda-feira em frente a sua casa na Guarda do Embaú, em Palhoça.

O autor do homicídio é um policial militar, Luiz Paulo Mota Brentano, 25, que estava de folga e atirou no surfista após Ricardinho e seu avô, Nicolau dos Santos, pedirem para ele retirar seu carro que estava estacionado sobre um cano que eles precisavam fazer uma obra. O assassino foi preso em flagrante e está detido no Batalhão da Polícia Militar.

Os dirigentes da World Surf League não chegarão a tempo de acompanhar o sepultamento na tarde da quarta-feira no cemitério de Paulo Lopes, pois desembarcam no Aeroporto de Florianópolis por volta das 15 horas, mas participarão da homenagem organizada pela Federação Catarinense de Surf e pela Associação de Surf da Guarda do Embaú, que será realizada às 18 horas na praia onde Ricardinho aprendeu a surfar.

Antes, eles desejam visitar a família representando a entidade que lamentou bastante a perda de um grande talento do esporte que brilhantemente defendeu o Brasil nas ondas mais perigosas do World Championship Tour, como Banzai Pipeline no Havaí e principalmente em Teahupoo, no Taiti.

O dirigente da WSL South America, Roberto Perdigão, que conhecia seus avós há muitos anos e chegou a pegar até a mãe de Ricardo dos Santos no colo quando era criança, já estava representando a World Surf League desde o velório na Casa Paroquial da Guarda do Embaú, bem como na missa que aconteceu às 10 horas e também estará presente na cerimônia de sepultamento no Cemitério de Paulo Lopes, cidade vizinha à Palhoça, onde fica a praia da Guarda do Embaú.

*Colaborou João Carvalho, assessor de imprensa da WSL South America

#SomosTodosRicardinho

SHARE
Previous articlePatrick Alves
Next article#7 Daise Maria,18