Piauienses sobem no ranking de kitesurf e Manoel Piçarrinha disputa etapa mundial

Os atletas fazem parte da ONG Projeto Vivo e disputam o mundial pela segunda vez

0
1893
Turma brasileira em Saint Pierre la Mer

As águas gélidas da França renderam bons resultados para os meninos da ONG Projeto Vivo. Luís Fernando, Guigui Costa e Manoel Piçarrinha chegaram até as quartas de final na Coupe du Monde Junior de Kitesurf, em Saint Pierre la Mer, na última semana. Hoje (11), Piçarrinha segue competindo, dessa vez participando novamente da etapa do Mondial du Vent, em Leucate. O torneio vai até o dia 17 deste mês.

Em Saint Pierre la Mer, Guigui Costa e Luís Fernando competiram na mesma categoria, com meninos de 13 a 16 anos. O primeiro a entrar no mar foi Guigui, logo na primeira bateria. Já Luís participou da sexta bateria, conseguindo se classificar para a seguinte como primeiro colocado entre os três que disputavam o round. Após um segundo round, os meninos avançaram para as quartas de final, mas não conseguiram se classificar como primeiro colocado e terminaram sua participação.

Apesar da não classificação, os piauienses melhoraram suas posições no ranking. Oficialmente o resultado ainda não foi divulgado, porém Guigui subiu para a 5ª colocação e Luís para . Luís Fernando foi um dos destaques, já que subiu 10 posições em relação ao ano passado. Para a técnica Isabel Lupiañez, apesar da mudança na organização da prova, o resultado foi positivo e feliz para a evolução dos meninos, que conseguiram chamar atenção da equipe francesa F-one, que patrocinou a ONG com materiais.

ONG Projeto Vivo com técnico da F-one

Nós ficamos felizes com o resultado de tudo aqui. Foi reconhecido esse nível bastante elevado que tem os meninos. O treinador da Next Generation, da equipe da F-one, que também é treinador da seleção francesa, o Etinne Lhôte, é um cara que chegou na gente, parabenizou os meninos e que quer vê-los na equipe internacional. E ele está encantando, porque ele viu um trabalho em equipe maravilhoso e também viu um movimento de perfeição nas manobras”, comentou Isabel.

Já Manoel Piçarrinha, que competiu na categoria até 19 anos, no torneio entrou no mar pela sexta bateria. O velejador encontrou nas quartas de final Adeuri Corniel e caiu na fase. Apesar do resultado, Piçarrinha subiu para a quinta posição no ranking de sua categoria. O atleta se prepara para a etapa do Mundial em Leucate, com a participação dos melhores do mundo, como os brasileiros Set Teixeira e Carlos Mário, o Bebê, que é o atual campeão.

O desafio é grande para Manoel. Caso ele passe das eliminatórias, o piauiense se classifica para participar do Circuito Mundial deste ano. A competição acontece às 8h (horário da França). Ao todo são 42 atletas competindo na eliminatória, incluindo Piçarrinha. O torneio foi adiado por conta da falta de ventos, mas teria início na segunda-feira. É o seu segundo ano de Manoel participando do torneio. Para Isabel, a expectativa é de que ele consiga entrar no evento principal.

Manoel Piçarrinha

São eliminatórias para ele entrar no evento principal. Só tem profissional lá, cara fera. Se ele conseguir entrar nesse evento principal, já vai ser uma grande vitória. Fora que tem uma galera muito forte. Tem Aaron Hadlow, o Eudazio da Silva, que são profissionais, mas que no ano passado ficaram de fora do profissional. E nesse ano eles vão participar do quallifying. E o Manoel vai com sangue no olho. Vamos na torcida, com pensamento positivo”, acrescentou Isabel Lupiañez.

Após a competição, a equipe se reúne com a F-one, em que vai ser pautado como a equipe vai patrocinar a ONG Projeto Vivo. Além dos materiais que foram cedidos aos meninos nos dois campeonatos, a equipe francesa mostrou interesse de trazer os atletas piauienses para o time internacional. Em Julho, nos dias 3 a 7, acontece outra etapa do Mundial Junior, na Espanha, no município de Sant Perre Pescador, na província de Girona.