Do Piauí para Bahia, uma surftrip até Itacaré

Um pequeno relato da minha experiencia nessa viagem apaixonante

0
285
Foto: Tarno Reis

Ah a Bahia! Agora entendi o porque das pessoas falarem tanto assim. Em minhas últimas férias, resolvi passar pelo Piauí e antes de voltar ao Rio passei cinco dias na Bahia, especificamente em Itacaré!

Aventurar e Explorar

Foto: Arquivo Pessoal

Sempre ouvi falar muito bem da cidade e ao chegar lá constatei que é bem isso,um lugar maravilhoso! Para chegar lá tem duas opções: você pode ir por Salvador ou Ilhéus. Entretanto, saindo de Salvador pelo aeroporto tenha cuidado! Os táxis cadastrados cobram uma fortuna pra levar até a FerryBoat, ou bairros próximos. A dica é subir para o segundo andar e lá tentar achar um táxi mais em conta.

A Ferryboat  sai pontualmente de hora em hora e leva até a cidade de Bom Despacho- BA.  De lá sai o ônibus para todo o litoral sul da Bahia, Morro de São Paulo, Barra Grande, entre tantos e Itacaré. No total são 5 horas de viagem até a cidade, mas se for de carro é só seguir a estrada do litoral sul!

Em Itacaré fiquei em um camping (Sítio Fadul), que por sinal era muito limpo e arejado. Apesar de ficar um pouco afastado da rua mais balada (Pituba), é um local super tranquilo, com quartos para grupo e também para casal. Em Itacaré não falta lugar pra ficar!

Outra dica boa é para o almoço. Descolei um pico muito bom pagava 12 reais o “prato feito”, que era servido para duas pessoas. O local fica próximo a entrada da praia da Tiririca.

Agora  vamos ao surf!

Foto: Tarnos Reis

Itacaré possui vários picos com ondas para todos os gostos e tipos de surf. Como fiquei pouco tempo não pude conhecer todas as lindas praias paradisíacas. A primeira praia foi a Tiririca, que é a mais conhecida. Onda perfeita de drop rápido, buraco, tão boa que joga naturalmente para o tubo.

Tive a oportunidade de conhecer os nativos e eles me levaram para surfar no pontal, um tipo de “secret” onde tem que atravessar um canal na remada. Onda extensa, boa formação em mar aberto. A partir daí a minha viagem tomou um rumo bem melhor, pois esses nativos só me botaram em boa. O pessoal da BSP Surf & Adventure marcaram presença e me ajudaram a evoluir no meu surf mostrando vários picos e dando muitas dicas.

Foto: Arquivo Pessoal

Outro pico que conheci foi o da Engenhoca. Foi paixão à primeira vista! Alucinante, paradisíaco e com altas ondas, no dia que fui havia uma previsão para o swell ,mas não imaginava que iria surfar as melhores ondas da minha vida até então. O mar cresceu rápido e bateu mais de 1 metro, perfeito e abrindo! meu parceiro Beto, fotógrafo local, estava lá e registrou uma boa onda que peguei e olha que não foi nem a da série!

Enfim, a Bahia é um lugar mágico, uma energia maravilhosa com ondas de qualidade. Quem tiver a oportunidade de conhecer vai ser super válido, pois o lugar além de ser muito bonito e ter altas ondas, possui nativos acolhedores e se for fora de temporada os preços ficam bem acessíveis. Não é lugar caro e pode ter certeza que no mínimo você vai conhecer visuais incríveis!