Com as chuvas, começa o período de altas ondas no Piauí

Começou o período das melhores ondas no Piauí, com direito a tubulares e boas séries

0
296
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Já foi dito que há altas ondas no menor litoral do Brasil, quando um grupo de surfistas saiu em busca de ondas tubulares nas praias do Piauí. Mas não é tão fácil encontrar lugares que vão estar sempre aptos para pegar esse tipo de onda. As condições das ondas dependem de uma variedade de fatores relacionados à direção do swell, ao vento, a bancada, e a geografia do local. No estado, o melhor período é agora e vai até o mês de abril.

Segundo o surfista Carlos Uchôa ja é possível encontrar boas ondas neste período de verão chuvoso. “As ondas tubulares não são comuns em nossas praias, mas neste período sempre aparece uns tubinhos divertidos. Não é sempre que tem, depende do pico, porque são vários fatores que podem proporcionar essas ondas tubulares e nem todos os picos tem”, explicou o surfista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Formação das melhores ondas

Como a bancada de formação de ondas (fundo) do litoral piauiense não tem corais, as ondas que chegam à costa dependem do swell no período de chuvas, que acabam proporcionando ondas maiores. Dentro da previsão de ondas, quando o período de swell é maior, as ondas tendem a serem melhores, no que diz respeito ao surf, e com isso, as séries que ali chegam, são boas. Visto que possuem energia suficiente para viajar até às praias.

Outro ponto importante para que o período seja propício para à prática do surf é que o vento predominante seja o terral (off-shore), em que o vento parte da terra para o mar. O sopro ajuda na formação tubular da onda, porque acaba retardando a quadra da crista da onda. O contrário, seria a aceleração da quebra da onda. No entanto, isto tudo depende também da geografia da praia.

20161123_181313-1
Foto: Arquivo/Deodato Pereira

Ligados nisso, os surfistas piauienses já estão aproveitando o período, em que é possível surfar em ondas tubulares, como diz o surfista Deodato Pereira. “Temos tubos, mas vai depender de alguns fatores, como por exemplo, a forma como o surfista põe para dentro. Nem todo surfista sabe entubar. É uma manobra, neste fim de semana, vi o Lucas pegando um tubão na Pedral no campeonato que rolou lá”, explicou Deodato.