Com 15 anos de experiência, Daniel Novaky vive o lifestyle nos picos do Surf Piauiense

Para além dos campeonatos, o surfista vê no esporte um estilo de liberdade e diversão

0
276
Foto: Arquivo Pessoal

Ser surfista é uma arte, um estilo de vida cuja principal filosofia é viver a liberdade em contato com a natureza. Daniel Novaky, freesurfer de coração, vivência muito esse lifestyle. Nascido em Parnaíba – PI, o surfista teve seu primeiro contato com o esporte ainda na adolescência, quando seu amigo Mateus Portela (In Memorian) lhe mostrou as belezas do surf. Hoje com 33 anos, além de surfar o atleta também gosta de pedalar e andar de longboard, mas confessa que o surf é seu verdadeiro amor.

12446284_571602673018388_799239482_n
Foto: Arquivo Pessoal

A sensação de estar no mar é muito massa, esquecer o resto do mundo, você só pensa em pegar uma boa onda e finalizar a manobra. Ando nas praias desde 98, mas o surf só me chamou atenção em 2001 e de lá pra cá nunca mais larguei”, conta o atleta.

Sempre buscando  participar dos campeonatos piauienses, Daniel comenta as dificuldades que todo atleta enfrenta no esporte. Mesmo com várias competições e uma bela coleção de mais de 10 troféus, para o atleta o esporte ainda é uma diversão, pois sofre com a falta de patrocínios, impedindo que o esporte suba de nível. “Quando comecei a participar de campeonatos eu ia atrás de patrocínio. Já levei muitos foras, as vezes conseguia. Hoje busco bancar minhas competições, se der deu, se não a gente vai pra próxima!”, descreve o surfista.

Daniel Novaky em 1° lugar na categoria máster da ll Etapa Piauiense de Surf em 2014
Daniel Novaky em 1° lugar da categoria máster na ll Etapa Piauiense de Surf de 2014. Foto: Arquivo Pessoal

Com seus 15 anos de experiências, o freesurfer conta que suas praias favoritas são o Canto do Vieira e a Pedra do Sal. As trips em busca de uma boas ondas faz parte da diversão. “Eu passo a semana no trabalho e já penso na primeira oportunidade de ir à praia no fim de semana ou feriados, só pra passar mais tempo no mar”, relata Daniel.