Carlos Uchoa pratica o free surf equilibrando mente, corpo e espírito

Adepto da filosofia surf, o surfista descobriu que o esporte ajuda inclusive a melhorar o sistema respiratório que sofre com uma alergia.

0
928

Carlos Magno Uchôa Pereira Junior, tem 21 anos e pratica o free surf desde 2011. Adepto da filosofia surf, o garoto iniciou no surf por incentivo dos irmãos que o presentearam com uma prancha. Por indicação médica, Carlos praticou por três anos a natação, devido a uma alergia que ocasiona problemas respiratórios. Depois disso, começou a surfar e não se vê mais largando o esporte.

carlos-uchoa13

O life style do surf logo conquistou o surfista nativo de Parnaíba(PI), que pratica o surf três vezes na semana, com amigos, família e às vezes sozinho. “O que me faz surfar mais e mais, além do contato com a natureza, é a energia que ela me transmite. O mar me faz sentir renovado, mais alegre e me desconecta”. Ele explica ainda que só é capaz de conhecer a energia do surf, quem o pratica.

carlos-uchoa12

Encantado com o esporte, Carlos alinha mente, corpo e espírito quando cai pro mar e que, inclusive, a prática lhe proporciona uma visão melhor do mundo. “O modo com que eu surfo me faz ver o mundo. A sensação é prazerosa e revigorante. Além de viver mais próximo da natureza”.

Atualmente, o surfista concilia o surf com os estudos, uma microempresa na cidade e ainda acha tempo para praticar longboarding e slackline. Esses últimos são esportes aliados que ele utiliza para treinar técnicas do surf de uma forma mais urbana quando não tem onda. O surfista ainda tem vontade de surfar em todo o litoral brasileiro e depois conhecer Austrália e Califórnia em busca das ondas preferidas que são as esquerdas clássicas.

carlos-uchoa11

Carlos conta que apesar do incentivo aos atletas no estados ser quase zero, o fato de ter sempre onda, faz com que a prática do esporte não pare. “Independente de ter onda boa ou não, com ou sem incentivo, sempre tem surfista na água”.